Alistamento Militar Niterói 2020 Online Acompanhar, situação e feminino

Todo brasileiro maior de dezoito anos deve realizar o alistamento militar, pois é uma obrigação para com a pátria. Por isso os jovens de Niterói que se tornam maiores de idade no próximo ano devem ficar atentos à data de inscrição para não perder o prazo.

A academia militar oferece um treinamento de 12 meses. Durante os primeiros três meses são abordados o exercício da carreira militar de forma geral. No período restante, são passados treinamentos específicos de cada área: Marinha, Aeronáutica ou Exército. Confira abaixo mais detalhes sobre o processo de inscrição para 2020 em Niterói.

Como fazer a inscrição

O alistamento no Serviço Militar passou a ser oferecido pelo sistema online desde 2018. Basta acessar o site www.alistamento.eb.mil.br. Os jovens que completam 18 anos em 2020 tem de janeiro até junho do mesmo ano para realizar a inscrição. Além disso, é possível se inscrever pessoalmente na Junta Militar mais próxima de sua residência em Niterói.

Para se cadastrar online é necessário possuir CPF, Certidão de Nascimento ou Casamento, RG e um endereço de e-mail ativo e preencher os dados pessoais.

Em Niterói, a Junta de Serviço Militar está localizada na Rua Cel. Gomes Machado, 289 – Centro, 24020-280. Para ligar, disque  (21) 2717-3063.

Após a inscrição, os candidatos devem receber um e-mail ou mensagem de texto pelo celular em cerca de 30 dias e informando sobre o processo seletivo geral. São contatados primeiramente os moradores de centros urbanos e depois aqueles que moram em bairros mais afastados. Estes últimos participarão da seleção geral somente no segundo semestre.

Requisitos 

Para se alistar no Serviço Militar é necessário:

  • Ser brasileiro ou naturalizado;
  • Ser do sexo masculino;
  • Ter dezoito anos completos.

Documentos

Confira abaixo os documentos necessários para se alistar no exército:

  • Documento oficial com foto (como RG, passaporte, carteira de trabalho ou carteira profissional).
  • Certidão de nascimento;
  • Documento de brasileiro naturalizado; e,
  • Comprovante de residência.

Certificado de Alistamento Militar

Situações especiais

Há alguns casos especiais para se alistar no exército. Confira:

Jovens que perderam o prazo

Aqueles que perderem o prazo do alistamento ficam sujeitos a uma série de restrições como:

  • Não poder concorrer a concurso público;
  • Não poder votar;
  • Não poder tirar ou prorrogar o passaporte;
  • Não poder se matricular em universidade pública;
  • Não receber premiação em nome de órgãos federais, estaduais ou municipais.

Além disso, o jovem fica sujeito à multa que varia em função do tempo em que está atrasado para realizar o alistamento. Por isso, se perder o prazo, dirija-se o quanto antes a uma junta do Serviço Militar próximo de sua residência para resolver. O prazo máximo para se alistar no exército é até os 45 anos de idade.

Cidadãos que cursam Medicina, Farmácia, Odontologia ou Veterinária

Se ao completar dezoito anos o candidato estiver cursando uma das carreiras acima, ele pode adiar o alistamento até o término do curso. Quando se formar, o cidadão irá concorrer à seleção para servir a Pátria como oficial temporário médico, farmacêutico, dentista ou veterinário.

Portadores de necessidade especiais, deficiência física ou mental

Os portadores que possuem as necessidades especiais acima ainda são obrigados a realizar o alistamento.

Deficientes visuais

O deficiente visual pode solicitar o Certificado de Isenção (CI) através da apresentação do parecer médico para a Junta do Serviço Militar.

Portadores de incapacidade absoluta

Os portadores de capacidade absoluta podem ser representados por terceiro, como um tutor ou curador legal, através da apresentação de documento competente.

Alistamento feminino

As mulheres podem se alistar no exército voluntariamente. No entanto, a adesão de mulheres na carreira ainda é baixa, sendo pouco mais de 22 mil em todo o Brasil. Isso representa apenas 6% do total de militares brasileiros. Esse direito foi conquistado através da Lei 12.705/2012. Atualmente, elas podem atuar como tenente coronel, major e capitão em nível nacional ou internacional.

Como participar

Para se inscrever, as mulheres precisam prestar um processo seletivo em âmbito nacional nas seguintes escolas militares:

  • Escola de Formação Complementar do Exército (EsFCEx)
  • Escola de Saúde do Exército (EsSEx)
  • Instituto Militar de Engenharia (IME)
  • Escola de Sargentos de Logística (EsSLog)

É importante lembrar que as vagas estão sujeitas a disponibilidade de cada local. Além disso, para participar do processo seletivo, as mulheres também precisam ter 18 anos completos.

Rafaela Trevisan Cortes

Rafaela Trevisan Cortes, jornalista formada pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR). Revoltada por natureza, vê na comunicação uma oportunidade de extravasar a sua paixão por curiosidades, arte e conhecimento.

Conheça Mais Sobre o Autor

Deixe seu Comentário

WebGo Content