Alistamento São Gonçalo – Como fazer online e acompanhar o processo

Se você é residente de São Gonçalo e completa 18 anos em 2020, atente-se ao período de alistamento para não ficar em dívida com as Forças Armadas.

Para auxiliá-lo neste processo tão importante do início da vida adulta, preparamos este guia, especialmente para você, com todas as informações necessárias a respeito do Alistamento Limitar de São Gonçalo no ano de 2020. Confira!

Como funciona o alistamento militar em São Gonçalo em 2020?

O alistamento militar acontece anualmente em todo o Brasil, no período entre 1 de janeiro e 30 de junho. Se você completa 18 anos em 2020, você precisará comparecer à junta mais próxima de sua residência, em São Gonçalo, para participar do processo de alistamento.

Mesmo que você complete dezoito anos após o período de alistamento (apenas em julho ou agosto, por exemplo), você deve comparecer à junta para participar do processo.

Todo homem, maior de 18 ou que completa 18 anos em 2020, deverá comparecer à junta militar mais próxima, mesmo que possua alguma deficiência física ou seja a única fonte de renda da família. Alguns desses casos, com o último, podem ser dispensados, mas precisam, de qualquer forma, comparecer à junta e apresentar documentação específica.

Inscrição e Requisitos Básicos

Inicialmente, confira a documentação exigida no dia do alistamento militar de São Gonçalo em 2020:

  • Certidão de nascimento;
  • Carteira de identidade ou de motorista;
  • Comprovante de residência atualizado ou declaração assinada;
  • Duas fotos 3×4;
  • Prova de naturalização ou certidão do termo de opção (apenas para naturalizados brasileiros).

Ao comparecer à junta, você preencherá um formulário e passará por todas as etapas do processo, incluindo avaliação física, entrevista etc. Mas você só avançará nas etapas se for selecionado.

O alistamento também pode ser realizado on-line, no site das Forças Armadas destinada ao alistamento. Para acessá-lo, basta clicar aqui e, na página que abrir, escolher a opção “quero me alistar” e seguir as etapas seguintes, informando suas credenciais.

Como acompanhar a inscrição

Para acompanhar o processo de inscrição e saber se foi dispensado ou encaminhado à seleção para servir, basta acessar o site www.alistamento.eb.mil.br, apertar em “Já me alistei” e informar as credenciais e informações requisitadas.

Alistamento feminino

As mulheres, diferentemente dos homens, não possuem obrigação de se alistarem no Exército, na Marinha ou na Aeronáutica. Entretanto, caso elas queiram, elas podem, bastando comparecer à junta mais próxima no período de alistamento ou ingressar por meio de concursos públicos.

Veja também como se alistar em outras cidades do Rio de Janeiro:

O que acontece se não alistar?

Para as mulheres, uma vez que não são obrigadas, não há nenhum problema em não se alistar.

Já os homens maiores de 18 anos que não se alistarem no prazo pré-determinado deverão pagar uma multa, cujo valor cresce de 3 em 3 meses, além de não ter o direito, segundo o site das Forças Armadas, de:

  • Obter passaporte ou prorrogar a validade do mesmo;
  • Ingressar como funcionário, empregado ou associado em: instituição, empresa ou associação oficial, oficializada ou subvencionada;
  • Assinar contrato com o Governo Federal, Estadual, dos Territórios ou Municípios;
  • Prestar exame ou matricular-se em qualquer estabelecimento de ensino;
  • Obter carteira profissional, registro de diploma de profissões liberais, matrícula ou inscrição para o exercício de qualquer função e licença de indústria e profissão;
  • Inscrever-se em concurso público;
  • Exercer função ou cargo público, eletivo ou de nomeação;
  • Receber prêmios ou favores do Governo Federal, Estadual, dos Territórios ou Municípios.

Em caso de perda do prazo de alistamento ou de qualquer outra etapa do processo, como a data de juramento à bandeira, dirija-se à junta militar mais próxima de sua residência o quanto antes.

Rafaela Trevisan Cortes

Rafaela Trevisan Cortes, jornalista formada pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR). Revoltada por natureza, vê na comunicação uma oportunidade de extravasar a sua paixão por curiosidades, arte e conhecimento.

Conheça Mais Sobre o Autor

Deixe seu Comentário

WebGo Content