Alistamento Militar Natal 2020: Online Acompanhar, situação e feminino

O alistamento militar é obrigatório no Brasil. Todos os anos, milhares de jovens se alistam nas forças armadas brasileiras (Exército, Marinha e Aeronáutica), muitos com o objetivo de seguir carreira. Mesmo que esse não seja o seu caso, ainda assim, terá que se alistar no ano em que completar 18 anos.

Tem dúvidas a respeito do processo de alistamento, quais são os documentos necessários e se há punição para quem não se alista? Vamos responder tudo aqui no site do Alistamento Militar 2020.

Quem deve se alistar?

O alistamento é obrigatório e anual, e deve ser feito por todo brasileiro do sexo masculino, no ano em que completar 18 anos de idade.

Como é o alistamento?

As datas para o alistamento 2020 vão do primeiro dia útil do mês de janeiro até o último dia útil de junho. O procedimento pode ser feito online, ou pessoalmente, comparecendo até a Junta de Serviço Militar da cidade de Natal mais próxima de sua residência. O alistamento online é muito simples e rápido. Basta acessar o site do Alistamento Militar e seguir a orientações. Veja abaixo como funciona o procedimento:

  1. Acesse o site oficial do Alistamento Militar, disponível em https://www.alistamento.eb.mil.br;
  2. Selecione a opção “Quero me alistar”;
    Como é o alistamento?
  3. Entre as várias opções de alistamento, clique em Alistamento Militar (para as outras opções, você deverá comparecer pessoalmente);
    Como é o alistamento?
  4. Preencha seus dados pessoais como CPF, data de nascimento e nome da mãe, clique em Login. Agora você está cadastrado.
    Como é o alistamento?

Caso já tenha feito o cadastro e queira apenas consultar como está sua situação, clique na opção “Já me Alistei”na tela inicial do site e fornecer CPF, data de nascimento e nome da mãe.

Se preferir efetuar seu cadastro pessoalmente, será necessário comparecer a Junta do Serviço Militar da cidade de Natal com os seguintes documentos:

  • Certidão de nascimento;
  • Documento de brasileiro naturalizado por opção;
  • Comprovante de residência ou declaração assinada;
  • Documento oficial com foto (RG, carteira de trabalho, carteira profissional, passaporte, carteira de identificação funcional ou documento público que possa ser usado para sua identificação).

Após o cadastro, é preciso acompanhar sua situação através do site. Você pode ser dispensado (por excesso de contingente ou por ser morador de município não obrigado a colaborar com o Serviço Militar Inicial) ou convocado para a seleção geral. Neste caso, a convocação vai de fevereiro a novembro, e a data em que você deverá comparecer estará disponível no site.

Seleção geral

O período da seleção geral acontece entre o período de fevereiro até novembro, com os alistados sendo submetidos a uma inspeção física, médica e psicológica. São levados em conta o vigor físico e a saúde do alistado, bem como sua capacidade de analisar determinadas situações. O avaliador também levará em conta aspectos culturais, psicológicos e morais. Há ainda o esforço de integrar dentro das forças armadas representantes de todas as classes sociais e regiões do país.

Veja também como se alistar em outros estados brasileiros:

Casos de dispensa

Além dos casos de excesso de contingente, existem outras situações na qual é possível pedir dispensa do exército. São elas:

  • Arrimo de família: é aquela pessoa que é a única responsável pelo sustento da família. Neste caso, é preciso comparecer a Junta Militar da cidade de Natal mais próxima portando requerimento de dispensa da corporação (que pode ser baixado no site de alistamento, cópia de certidões de óbito, nascimento ou casamento, ou de outros documentos julgados úteis para a comprovação de sua condição de arrimo, de acordo com os §§ 8º e 9º do art. 105 do Decreto Nº 57.654, de 20 de janeiro de 1966);
  • Quem mora no exterior: comparecer à Repartição Consular mais próxima munido de certidão de nascimento, comprovante de residência, documento oficial com foto (RG, carteira de trabalho, carteira profissional, passaporte, carteira de identificação funcional ou documento público que possa ser usado para sua identificação);
  • Problema de Saúde: Compareça a Junta de Serviço Militar de Natal mais próxima munido com os seguintes documentos: requerimento solicitando isenção do serviço militar (pode ser baixado no site de alistamento; atestado médico, passado preferencialmente em posto de saúde público, contendo o diagnóstico da incapacidade, por extenso e o respectivo CID, bem como assinatura do médico sobre o carimbo que contenha o seu nome e CRM; o cidadão que, por incapacidade absoluta advinda de enfermidade, estiver impossibilitado de comparecer à JSM, poderá ser representado pelo seu tutor ou curador, legalmente instituído, mediante apresentação do documento comprobatório.
  • Convicção ideológica. Neste caso existem duas opções: para quem deseja prestar o Serviço Militar Alternativo – compareça a Junta de Serviço Militar de Natal munido do requerimento de Prestação do Serviço Alternativo ao Serviço Militar Obrigatório e documento oficial com foto; Para quem deseja prestar o Serviço Militar Obrigatório e nem o Alternativo – compareça a Junta de Serviço Militar de Natal munido de um documento oficial com foto; declaração do dirigente da comunidade religiosa, entidade filosófica ou partido político; declaração de Recusa à prestação do Serviço Alternativo ao Serviço Militar Obrigatório (disponível no site do Alistamento Militar).

Em todos os casos de dispensa, será necessário participar da cerimônia de Juramento à Bandeira e retirar o Certificado de Dispensa de Incorporação.

O que acontece se eu não me alistar?

Quem não se alistar pode ser punido com multa, cujo valor pode variar conforme o tempo decorrido até que se apresente a uma junta militar para regularizar a situação. Além disso, sem o Certificado de Dispensa, o jovem fica impossibilitado de tirar passaporte, ser empossado em cargo público, entre outras sanções.

Mulheres nas forças armadas

As mulheres estão isentas do serviço militar obrigatório, na forma prevista pela Constituição. No entanto, podem servir, voluntariamente, como militares de carreira ou temporárias. Caso tenha interesse, consulte os sites oficiais das Forças Armadas Brasileiras.

Marcela Mazetto

Conheça Mais Sobre o Autor

Deixe seu Comentário

WebGo Content